​Saiba o que fazer para recorrer de benefício por incapacidade temporária revisado

  • 02/07/2021

​Saiba o que fazer para recorrer de benefício por incapacidade temporária revisado

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai fazer um pente-fino em 170 mil benefícios por incapacidade temporária, o antigo auxílio-doença. Este benefício é voltado para trabalhadores que se acidentaram ou ficaram doentes, e por isso foram afastados do trabalho. De acordo com a Previdência, serão verificados benefícios que há mais de seis meses não passam por perícia médica. As convocações começam a partir do próximo dia cinco de julho. Segundo o INSS, o atendimento das revisões será realizado em horários extraordinários, para não retirar médicos peritos dos atendimentos já agendados. O segurado que for convocado terá 30 dias para agendar a perícia em uma agência do Instituto. A advogada membro do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Maura Feliciano, explica qual documentação é necessária para o dia da perícia. “Documentos médicos atualizados que confirmem que, de fato, ele continua incapaz para a sua atividade habitual, continua incapaz para o seu trabalho e para as atividades do dia-a-dia. Assim que receber a convocação, ele precisa entrar no sistema do Meu INSS e agendar a perícia médica. Agenda, comparece e leva esses documentos médicos, juntamente com os documentos pessoais. É sempre bom que o segurado leve o documento em cópia, nunca deixe o original junto com o perito para, caso precise em outra ocasião, ter a documentação na mão”. A especialista em Direito Previdenciário dá mais uma dica para que o segurado não fique sem o auxílio. “Esteja muito atento à atualização do seu endereço junto à Previdência Social, porque em um primeiro momento essas convocações serão por cartas, conforme o endereço que está cadastrado no sistema. Existe a possibilidade dessa convocação ocorrer através da rede bancária, no momento que o segurado comparecer para receber seu benefício, e também existe a possibilidade de publicação em diário oficial. Então, estejam muito atentos à atualização dos seus endereços para não perder o prazo diante da convocação, e já procure atualizar a documentação médica para que o perito da Previdência possa, de fato, identificar que a incapacidade ainda persiste”, salienta. De acordo com o INSS, o objetivo da revisão é evitar pagamentos indevidos desses benefícios. O segurado também pode ligar no telefone 135 para agendar a perícia ou consultar se foi convocado para o pente-fino.


Por Luis Ricardo Machado - Rede de Notícias Regional /Brasília

Crédito da foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes